Notice: session_start() [function.session-start]: ps_files_cleanup_dir: opendir(/tmp) failed: Permission denied (13) in /home/forcaeluz/www/site/index.php on line 5
Força e Luz Engenharia
  Identifique-se  
Categoria:
  


Soluções e Serviços


Pinagem (Wire Map)
Postado: Eng.Elet.Vanderlei Felisberti

Os quatro pares do cabo são diferenciados por cores. Um par é laranja, outro é azul, outro é verde e o último é marrom. Um dos cabos de cada par tem uma cor sólida e o outro é mais claro ou malhado, misturando a cor e pontos de branco. É pelas cores que diferenciamos os 8 fios.
Existem dois padrões para a ordem dos fios dentro do conector, a pinagem T568A e a T568B. A diferença entre os dois é que a posição dos pares de cabos laranja e verde são invertidos dentro do conector.
Existe muita discussão em relação com qual dos dois é "melhor", mas na prática não existe diferença de conectividade entre os dois padrões. A única observação é que você deve cabear toda a rede utilizando o mesmo padrão.
Uma observação é que muitos cabos são certificados para apenas um dos dois padrões; caso encontre instruções referentes a isso nas especificações, ou decalcadas no próprio cabo, crimpe os cabos usando os padrões indicados:

    Pinagem T568A (Wire Map T568A)
    1- Branco com Verde
    2- Verde
    3- Branco com Laranja
    4- Azul
    5- Branco com Azul
    6- Laranja
    7- Branco com Marrom
    8- Marrom
    Pinagem T568B (Wire Map T568B)
    1- Branco com Laranja
    2- Laranja
    3- Branco com Verde
    4- Azul
    5- Branco com Azul
    6- Verde
    7- Branco com Marrom
    8- Marrom
Os cabos são encaixados nesta ordem, com a trava do conector virada para baixo, como no diagrama:

1- Branco com Laranja
2- Laranja
3- Branco com Verde
4- Azul
5- Branco com Azul
6- Verde
7- Branco com Marrom
8- Marrom

Pinagem RJ45 Macho

Se você olhar o conector "de cima", vendo a trava, o par de fios laranja estará à direita e, se olhar o conector "de baixo", vendo os contatos, eles estarão à esquerda. Este outro diagrama mostra melhor como fica a posição dos cabos dentro do conector:

Pinagem RJ45 Fêmea

No caso de um cabo "reto" (straight), que vai ser usado para ligar o micro ao hub, você usa esta mesma disposição nas duas pontas do cabo. Existe ainda um outro tipo de cabo, chamado de "cross-over", que permite ligar diretamente dois micros, sem precisar do hub. Ele é uma opção mais barata quando você tem apenas dois micros. 
Neste tipo de cabo a posição dos fios é diferente nos dois conectores, de forma que o par usado para enviar dados (TX) seja ligado na posição de recepção (RX) do segundo micro e vice-versa. De um dos lados a pinagem é a mesma de um cabo de rede normal, enquanto no outro a posição dos pares verde e laranja são trocados. Daí vem o nome cross-over, que significa, literalmente, "cruzado na ponta":
 
Diagrama Cabo Cross-over
Para fazer um cabo cross-over, você crimpa uma das pontas seguindo a pinagem T568A e a outra ponta utilizando a pinagem T568B, onde são trocadas as posições dos pares verde e laranja.
A
 maioria dos hub/switchs atuais é capaz de "descruzar" os cabos automaticamente quando necessário, permitindo que você misture cabos normais e cabos cross-over dentro do cabeamento da rede. Graças a isso, a rede vai funcionar mesmo que você um cabo cross-over para conectar um dos micros ao hub por engano.
Este cabo cross-over "clássico" pode ser usados para ligar placas de 10 ou 100 megabits, onde as transmissões são na realidade feitas usando apenas dois dos pares dos cabos. Placas e switchs Gigabit Ethernet utilizam os quatro pares e por isso precisam de um cabo cross-over especial, crimpado com uma pinagem diferente. Usando um cabo cross convencional, a rede até funciona, mas as placas são forçadas a reduzir a velocidade de transmissão para 100 megabits, se forma a se adaptarem ao cabeamento.
Muitos switchs e também algumas placas Gigabit podem ser ligados diretamente usando cabos straight, pois os transmissores são capazes de ajustar a transmissão via software, recurso chamado de Auto-MDI/MDI-X. Entretanto, nem todos os dispositivos suportam o recurso, de forma que os cabos crossover ainda são necessários em diversas situações.
Revisando, os padrões para os três tipos de cabos são:

Cabo straight (10, 100 ou 1000 megabits):

1- Branco com Laranja
2- Laranja
3- Branco com Verde
4- Azul
5- Branco com Azul
6- Verde
7- Branco com Marrom
8- Marrom

1- Branco com Laranja
2- Laranja
3- Branco com Verde
4- Azul
5- Branco com Azul
6- Verde
7- Branco com Marrom
8- Marrom


Cabo crossover (10 ou 100 megabits):

1- Branco com Laranja
2- Laranja
3- Branco com Verde
4- Azul
5- Branco com Azul
6- Verde
7- Branco com Marrom
8- Marrom

1- Branco com Verde
2- Verde
3- Branco com Laranja
4- Azul
5- Branco com Azul
6- Laranja
7- Branco com Marrom
8- Marrom


Cabo crossover para Gigabit Ethernet

1- Branco com Laranja
2- Laranja
3- Branco com Verde
4- Azul
5- Branco com Azul
6- Verde
7- Branco com Marrom
8- Marrom

1- Branco com Verde
2- Verde
3- Branco com Laranja
4- Branco com Marrom
5- Marrom
6- Laranja
7- Azul
8- Branco com Azul

Voltar
Todos os direitos reservados a Força e Luz Engenharia®